Não Há Razão Para Viver Com Dores de Cabeça



Sabias que cerca de 90% das dores de cabeça são de tipo tensional?

Isto significa que quando alguém tem uma dor de cabeça é quase certo que a causa do problema seja a tensão muscular, com músculos tensos na zona do pescoço, ombros, rosto e crânio.


A DOR DE CABEÇA TENSIONAL caracteriza-se normalmente por uma sensação de pressão ou peso ao redor da cabeça, como se tivesse uma faixa ou capacete a apertar a cabeça, e localiza-se normalmente na testa e/ou na nuca e topo da cabeça.


Ocasionalmente são sentidas dores, mais comuns na zona das sobrancelhas, testa ou têmporas, que podem até ser acompanhadas por tonturas, náuseas, visão turva, sensibilidade à luz e ao som, e até perdas momentâneas de visão e audição.


Podem mesmo levar a um crânio sensível e dorido, levando a que um simples ato de escovar o cabelo seja doloroso.

As dores de cabeça tensionais crónicas podem durar semanas ou meses.


Normalmente, a dor de cabeça tensional não impede a realização das atividades rotineiras diárias, apresentando apenas desconforto e incomodo, o que leva a que muitas pessoas se habituem a viver com ela, como se já fizesse parte de quem são. Mesmo assim, uma dor de cabeça que aparece com frequência pode afetar a vida quotidiana de uma forma muito negativa.


O maior problema está no facto de que as dores de cabeça tensionais são muitas vezes diagnosticadas como sendo problemas de fórum psicológico por médicos, a quem, quando se pergunta a origem da dor de cabeça, não conseguem admitir "Eu não sei".


E há muito a saber ... mais de 20 músculos (a maior parte no pescoço) transmitem dor à cabeça. Vários causam dor especialmente à região ocular. Pelo menos três transmitem dor diretamente aos dentes, dor essa que nunca vai passar por mais tratamentos dentários que se façam.


Músculos e fáscias tensos pressionam, bloqueiam e estrangulam vasos sanguíneos e nervos por todo o corpo. No entanto, é uma "doença" invisível, pois não é detetada através dos exames médicos.


Os músculos que mais geram dores de cabeça são o trapézio, o elevador da escápula, o esternocleidomastoideo e o masseter.


À medida que estes músculos contraem, podem afetar o fluxo sanguíneo ou ativar nervos, causando dor na zona e/ou transmitir dor de cabeça referida. Todos eles contêm trigger points (pontos de gatilho) que, quando pressionados, irradiam dores para a cabeça.


A maioria das dores de cabeça tensionais aparece depois de algum esforço ou cansaço na região do pescoço. Um dia stressante no trabalho, muito trabalho sentado com movimentos repetitivos dos braços, muitas horas num computador em má postura, podem ser grandes geradores de dores de cabeça. Estas dores de cabeça podem piorar devido a prolongados e excessivos estados de tensão emocional ou stress. Aliás, stress, angústia, ansiedade e outras emoções, afetam a musculatura de forma negativa, o que leva a mais tensão e, por sua vez, agrava a dor de cabeça. Também podem ter na origem algum acidente que tenha afetado a musculatura do pescoço.



Vê aqui qual poderá ser a origem da tua dor de cabeça:


Sintoma: dor acima das orelhas, como se tivesses um capacete a apertar.

Origem: provavelmente o músculo trapézio tem um ponto de gatilho ativo.


Sintoma: dor na testa e em volta dos olhos.

Origem: provavelmente o músculo suboccipital e/ou músculo esternocleidomastoideo têm um tipo de ponto de gatilho ativo.


Sintoma: dor nas têmporas.

Origem: provavelmente o músculo masseter.



Como tratar:


Durante as crises podem ser usados analgésicos associados, ou não, à cafeína, substância que, além de aumentar a velocidade de absorção do remédio, também funciona como analgésico no cérebro.


As massagens terapêuticas são muito indicadas para as dores de cabeça de origem tensional e poderão ser a solução mais eficaz para este tipo de dor de cabeça, uma vez que atua na raiz do problema, ou seja, nas tensões e contraturas musculares dos ombros, pescoço, rosto e crânio.


Atividades físicas apropriadas e controladas e exercícios de relaxamento, por ex: meditação, também são importantes no combate da cefaleia tensional.


Outras dores não tensionais têm de ser avaliadas e tratadas por um médico. Na dúvida é melhor consultar um neurologista e realizar exames, mas são raros os casos em que estamos na presença, por exemplo, de um aneurisma ou tumor cerebral.


Existem também outros fatores que contribuem para o aparecimento de dores de cabeça: desidratação, hipoglicemia (açúcar no sangue a baixo dos níveis normais), infeções, pressão arterial elevada, demasiado esforço com os olhos, sinusite, síndrome pré-menstrual, entre outros.


A maior parte das dores de cabeça são temporárias e desaparecem uma vez removida a causa.

Algumas medidas simples, gradualmente incorporadas na rotina diária, poderão ajudar-te a prevenir ou pelo menos reduzir a frequência com que ocorrem. Assim, procura:

  • Evitar situações de stress;

  • Evitar posturas incorretas;

  • Evitar longos períodos na mesma posição;

  • Ter uma dieta saudável com ênfase em vitaminas, proteínas e minerais;

  • Manter rotinas para a hora de deitar e para o nr de horas de sono;

  • Beber líquidos suficientes (evitar a desidratação);

  • Manter rotinas para as refeições;

  • Reduzir a cafeína e o álcool;

  • Evitar ler com luz desadequada.


Dores de cabeça tensionais significam, de uma forma simples, "dores de cabeça devido a músculos tensos", e daqui é um caminho curto a ouvir-se "Tu estás apenas tenso." e ... "Já pensas-te em procurar ajuda psiquiátrica?" com a implicação de que ... A dor não é real. Tu é que estás maluquinho ou deprimido.


Por outro lado, quem sofre de dores de cabeça crónicas responde mal ao diagnóstico de cefaleias tensionais. Os rótulos de cefaleia "vascular" ou "doença neurológica" parecem mais respeitáveis e com mais probabilidade de serem levados a sério. E por isso o paciente não gosta de receber um diagnóstico que lhe indique que o seu problema é tensão muscular e por isso com grande carga emocional e bastante subjetivo.


Mas as dores de cabeça, sejam elas de que causa forem, são sempre um grande obstáculo ao nosso bem-estar e capacidades mentais. Limitam a nossa qualidade de vida e capacidade de ação. E muitas vezes impedem escolhas e decisões.


As dores de cabeça tensionais são um dos problemas mais comuns e que mais afeta a qualidade de vida e são um alerta para problemas físicos reais que estão a acontecer no corpo, bloqueando o movimento, a circulação sanguínea e a oxigenação das células.

Contacto

+(351) 922 265 933​

wellbeing.terapias@gmail.com

Morada

Av. dos Pescadores, 549

4490-013 Aver-O-Mar

Póvoa de Varzim

Porto, Portugal

WELLBEING&LIVING BY THE SEA

       

Orientação para a Gestão do Stress e Desbloqueio de Vida

Massagens e Terapias | Formação e Workshops