Viajar É Bom, Mas Também Dá Cabo do Corpo

Viajar trás experiências novas e enriquece a vida, mas também acarreta muita tensão e stress no corpo e mente.

Nós precisamos do hábito e da nossa zona de conforto para haver um certo sentido de continuidade e estabilidade, e viajar empurra-nos para o desconhecido, o não familiar, surpresas e aprendizagens.

Tudo isto é bom, claro, e expande a mente, mas em doses grandes rapidamente torna-se uma tormenta. E para muitas pessoas a dose excede ao fim de uns dias.

Para que o viajar não dê uma coça no corpo duas coisas são essenciais: Uma é que a exploração seja intercalada com momentos neutros onde por exemplo se tira um dia para não fazer nada e não ir a lugar nenhum. Um dia desperdiçado, aos olhos dos mais sedentos de exploração, mas um dia onde o corpo e mente sabem o que vai acontecer e o que deles é esperado, e que é nada. E este dia deve de acontecer com a frequência necessária dependendo das necessidades de cada um.

A outra coisa é não hajam obrigações, nem compromissos, nem metas, nem listas, e que o corpo dite sempre se a ideia seguinte é boa ou não. Se podemos continuar ou se temos de parar. Se queremos acelerar ou se temos de abrandar. Se apetece mais ou onde estamos está bom. E isto sem culpas ou remorsos ou medos de tempo e possibilidades perdidas.

Mas é isto possível, quando há coisas que queremos ver, saber e realizar no tempo disponível que sabemos que temos? Pode não ser. E daí que o saber largar e não levar a viagem tão a sério seja tão importante. E tudo isto aplica-se tanto ao viajar como à vida comum. Sendo no entanto o viajar aquele que mais nos tira da nossa zona de conforto e por isso aquele que em menos tempo mais estragos pode fazer. E por tudo isto também, o viajar sozinho, pelo mundo ou na vida, é muito mais fácil. Pois podemos mais facilmente ouvir a nós e respeitar o nosso tempo e as nossas vontades, sem ser puxados pelo ritmo e passo do outro ou outros.

Cabe a cada um saber como prefere fazer a sua viagem. Como lhe é mais confortável e mais adequado. Escolhendo de forma sábia o que é melhor para si no momento e que não tem de ser sempre o mesmo ao longo da vida. Apenas o que é preciso durante cada percurso.

Contacto

+(351) 922 265 933​

wellbeing.terapias@gmail.com

Morada

Av. dos Pescadores, 549

4490-013 Aver-O-Mar

Póvoa de Varzim

Porto, Portugal

WELLBEING&LIVING BY THE SEA

       

Orientação para a Gestão do Stress e Desbloqueio de Vida

Massagens e Terapias | Formação e Workshops